Plataforma Municipal de Apoio à arte contemporânea

Porto.

PLÁKA reúne projetos que consubstanciam a política municipal de apoio à prática artística contemporânea no Porto, dando forma às iniciativas Aquisição, Colectivos Pláka, Anuário, Criatório, Shuttle e Inresidence.
Mediando processos de criação, reflexão e investigação em diferentes territórios da arte contemporânea, constitui-se enquanto plataforma de síntese, e análise, de medidas de apoio a artistas e agentes culturais e da sua articulação com a política cultural do município.
A plataforma PLÁKA é uma iniciativa da Câmara do Porto.
 
    • EQUIPA
       
      Presidente da Câmara do Porto
    • Rui Moreira

      Diretor de Arte Contemporânea e Cinema
      Guilherme Blanc

      Diretora Executiva
      Sílvia Fernandes

    • Coordenador de Programação
      Nuno Rodrigues

    • Gestora de Projeto
      Ana Brito

    • Coordenadora de Comunicação e Edição
      Lídia Queirós

      Comunicação e Mediação de Públicos
      Tiago Dias dos Santos
    •  
    • ÁGORA – CULTURA E DESPORTO, E.M.
      Presidente do Conselho de Administração
      Catarina Araújo

    • Administradores Executivos
      Ana Cláudia Almeida
      César Navio
       
    • Diretora Geral da Unidade Orgânica da Cultura
      Francisca Carneiro Fernandes
       
    • Diretor de Comunicação e Imagem
      Jorge Rodrigues

    •  
    •  
    •  
    •  
    •  

    •  
Porto.

Colectivos Pláka

O programa Colectivos Pláka reúne grupos de reflexão e produção de pensamento sobre arte contemporânea e a prática artística. 
A segunda edição do projeto apresenta três núcleos distintos de formação, coordenados por coletivos de Tutores que programam cursos dedicados a temáticas específicas. 
Esta iniciativa, organizada pela Galeria Municipal do Porto no âmbito da plataforma Pláka, tem como objetivo central exponenciar as oportunidades de pensamento, aprendizagem, partilha de conhecimento entre artistas e agentes culturais residentes no Porto, permeando as oportunidades de encontro a discursos relevantes nos domínios de arte contemporânea com novas formas de reflexão sobre a produção artística.
Os grupos podem ser integrados pelos participantes através de candidaturas. Os resultados de cada ciclo de formação serão apresentados numa publicação conjunta anual.

TUTORES 2019

  • THE TIME(S) OF CONTEMPORANEITY 2: DESCOLONIZANDO A CULTURA
  • Claire Bishop

     
    Claire Bishop é historiadora de arte, crítica e professora do Departamento de História da Arte do CUNY Graduate Center, em Nova Iorque, desde 2008. Anteriormente, Bishop foi professora adjunta no Departamento de História da Arte na Universidade de Warwick, Coventry e lecionou Teoria Crítica no Curating Contemporary Art Department no Royal College of Art, Londres.
  • Nuno Crespo

     
    Nuno Crespo é professor universitário, investigador e crítico de arte. Assinou a curadoria de diversas exposições de arte contemporânea e arquitetura e é autor de ensaios sobre arte e arquitetura. A sua atividade de investigação dedica-se ao cruzamento entre filosofia, arte e arquitetura. Atualmente é diretor da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa.
  • PRÁTICAS PÓS-NOSTÁLGICAS
  • Aneta Szylak

     
    Aneta Szyłak é curadora, teórica da arte e escritora. É responsável pela criação do NOMUS – Novo Museu da Arte, um ramo do Museu Nacional em Gdańsk, Polónia. Nesta cidade, fundou o Centro Laznia de Arte Contemporânea, de que foi diretora
    (1998 -2001) e o Instituto de Arte Wyspa, que dirigiu de 2004 a 2014. Nos últimos 25 anos, comissariou vários festivais e exposições de arte contemporânea. Szyłak é autora de numerosos ensaios sobre teoria da arte contemporânea e sobre artistas contemporâneos.
  • Inês Moreira

     
    Inês Moreira é doutorada em Curatorial/Knowledge (University of London), mestre em Cultura Urbana (UPC/CCCBarcelona) e arquiteta (FAUP). Investigadora em Pós-Doutoramento na Nova/FCSH, professora de Cultura Contemporânea na FBAUP. Desde 2001, dedica-se à curadoria, programação de grandes eventos e a redes europeias: Guimarães Capital Europeia da Cultura, Festival Alternativa de Gdansk, Bienal de Bordéus, entre outros.
  • LOVE AND GARBAGE
  • Assemble


     
    Coletivo multidisciplinar que trabalha nas áreas da arquitetura, do design e da arte, o Assemble foi fundado em 2010 com o objetivo de levar a cabo um projeto único de autoconstrução; desde então, construiu um corpo de trabalho diversificado e premiado, mantendo um método de trabalho democrático e cooperativo que permite construir, investigar e realizar projetos de intervenção social numa variedade de escalas.
  • Claire Bishop, Nuno Crespo

    THE TIME(S) OF CONTEMPORANEITY 2 
    DESCOLONIZANDO A CULTURA


    10 a 13 de julho
    Clube Fenianos Portuenses
    Galeria Municipal do Porto

    Com Dora García, Emanuel Lopes (Coletivo Cadjigue), Filipa César, Françoise Vergès, Kader Attia e Marinho de Pina


    10 JULHO
    FRANÇOISE VERGÈS
    Workshop: A Im/Possível tarefa de descolonizar os museus
    Sessão pública:Estranho Fruto: A Banana como Metodologia Descolonial e Curadoria de uma Prática Descolonial


    11 JULHO
    KADER ATTIA
    Workshop: O Corpo Pós-Colonial
    Sessão pública: Sanando Feridas

    12 JULHO
    FILIPA CÉSAR, EMANUEL LOPES (COLETIVO CADJIGUE) E MARINHO DE PINA
    Workshop: Budjugundadi: o curso do recurso
    Sessão pública: Tchon Tchoma: sobre a restituição


    13 JULHO
    DORA GARCÍA
    Workshop: Alexandra Kollontai e os Feminismos do Terceiro Mundo
    Sessão pública: Conversa com Dora García e Maria Trabulo
    O curso The Time(s) of Contemporaneity 2: Descolonizando a Cultura, dando continuidade à edição anterior, reúne artistas e intelectuais para debater a relação entre arte, etnias, instituições e o legado do colonialismo. A descolonização será abordada no sentido mais amplo do termo: como reconhecimento dos legados coloniais na atualidade, como um sistema de repressão existente e como uma prática que afirma diferentes formas de conhecimento reprimido. Os oradores convidados irão explorar metodologias de descolonização em museus e galerias, modos de interagir criticamente com o passado colonial e como os feminismos do Terceiro Mundo usaram o socialismo revolucionário.



    PROGRAMA COMPLETO (PT/ENG)

  • Aneta Szylak, Inês Moreira

    PRÁTICAS PÓS-NOSTÁLGICAS / POST-NOSTALGIC KNOWINGS

    28 de setembro a 4 de outubro
    Águas do Porto - Central Elevatória de Nova Sintra

    Com Anton Kats, Elena Lacruz, Jonas Žukauskas, Jorge Ricardo Pinto, Solvita Krese


    28 SETEMBRO
    Apresentação dos participantes seguida de almoço-encontro
    ANETA SZYŁAK
    Sessão pública: Curadoria do contexto – como os estaleiros de Gdańsk se tornaram em algo mais a conhecer

    29 SETEMBRO
    ELENA LACRUZ
    Sessão pública: Anti-monumentos e a paisagem contemporânea – as Ilhas Canárias

    ANTON KATS
    Sessão pública: Takeover: lugares, histórias e som

    30 SETEMBRO
    ANTON KATS
    Workshop: Takeover infraestrutural do Freixo

    JORGE RICARDO PINTO
    Caminhada pelo Freixo

    1 OUTUBRO
    ANTON KATS
    Workshop: Takeover infraestrutural do Freixo

    2 OUTUBRO
    ANTON KATS
    Workshop: Takeover infraestrutural do Freixo

    3 OUTUBRO
    JONAS ŽUKAUSKAS
    Masterclass: Perspetivas de transformação espacial
    Sessão pública: The Baltic Pavilion, o projeto

    4 OUTUBRO
    SOLVITA KRESE
    Masterclass: Vazio como oportunidade: a cultura como ferramenta de transformação urbana em shrinking cities
    Sessão pública: Festival Survival Kit: plataforma de transformação sociopolítica e urbana
    Práticas pós-nostálgicas/Post-nostalgic knowings é um curso de cultura e pensamento crítico que olha a diversos lugares europeus que encerram histórias coletivas em desaparecimento para explorar a potência da investigação e intervenção curatorial e artística recentes. O curso apresenta diversas abordagens “pós-nostálgicas” de autores que se debruçam sobre espaços na Ucrânia, Polónia, Letónia, Lituânia e Espanha, para compreender como podem as práticas contemporâneas ler, intervir e ressignificar esses lugares, seja na sua relação com memórias do passado como, sobretudo, na redefinição de novas narrativas contemporâneas. Tentando ultrapassar as abordagens estritamente preservacionistas e conservadoras, olha-se a um local específico do Porto, a encosta do Freixo, caracterizada pela simultaneidade da história industrial e pela atual pressão dos interesses imobiliários sobre o edificado e o solo. O programa desdobra-se em conferências, caminhadas, workshops e noutras estratégias espaciais para compreender, e dialogar com, as problemáticas em causa.

    PROGRAMA COMPLETO PT/ENG



  • Assemble

    LOVE AND GARBAGE

    5 a 8 de dezembro

    Com Madelon Vriesendorp, Jasmine Padjak, Thomas Thwaites, Andrés Saenz de Sicilia, Richard Wentworth, Rainer Hehl and Jerszy Seymour


    INSCRIÇÕES ATÉ 29 DE NOVEMBRO


    5 DEZEMBRO
    ASSEMBLE
    JASMINE PADJAK e OLMO HIDALGO
    MADELON VRIESENDORP


    Sessão pública: 
    THOMAS THWAITES e FRANCES EDGERLEY
    Sludge and Rocks
    Passos Manuel

    6 DEZEMBRO
    ANDRÉS SAENZ DE SICILIA
    RICHARD WENTWORTH


    Sessão pública: 
    RICHARD WENTWORTH e MADELON VRIESENDORP
    On Drawing and Doing
    Passos Manuel

    7 DEZEMBRO
    MADELON VRIESENDORP
    RAINER HEHL


    Sessão pública: 
    ANDRÉS SAENZ DE SICILIA com JASMINE PADJAK, OLMO HIDALGO e RAINER HEHL
    Performance sonora
    Passos Manuel

    8 DEZEMBRO
    JERSZY SEYMOUR
    ASSEMBLE AND GUESTS MODERATED BY JERSZY SEYMOUR
    Love and Garbage propõe pensar e discutir coletivamente como o trabalho em cooperação oferece uma alternativa aos processos da arquitetura contemporânea — que são tipicamente sistematizados, formais e estritamente hierárquicos, formando estruturas propícias ao surgimento de divisão social e controlo. O coletivo multidisciplinar Assemble convida os participantes a trabalhar em conjunto, proporcionando uma possibilidade real de solidariedade recíproca e compromisso com o conhecimento e a experiência de outros. Deste modo, o curso cria um espaço de discussão e de partilha de ideias, preocupações e inquietudes que nos últimos dez anos têm atravessado a prática artística do coletivo nos campos da arquitetura, arte e design.

    Instituto - Rua dos Clérigos 44
    Passos Manuel - Rua de Passos Manuel 137
    Galeria Municipal do Porto - Jardins do Palácio de Cristal, R. de Dom Manuel II


    PROGRAMA COMPLETO PT/ENG

Práticas Pós-Nostálgicas

Sáb, 7 Dez 2019

Práticas Pós-Nostálgicas

ler mais
Novo curso de arte contemporânea Colectivos Pláka abre candidaturas

Sex, 15 Nov 2019

Novo curso de arte contemporânea Colectivos Pláka abre candidaturas

ler mais
Filipa César e Dora García conduzem sessões públicas dos Colectivos Pláka

Qui, 11 Jul 2019

Filipa César e Dora García conduzem sessões públicas dos Colectivos Pláka

ler mais
Françoise Vergès e Kader Attia nas sessões públicas de curso de reflexão em arte contemporânea

Seg, 8 Jul 2019

Françoise Vergès e Kader Attia nas sessões públicas de curso de reflexão em arte contemporânea

ler mais
Sessões públicas dos Colectivos Pláka vão ao Clube Fenianos Portuenses

Qui, 4 Jul 2019

Sessões públicas dos Colectivos Pláka vão ao Clube Fenianos Portuenses

ler mais
Primeiro curso de arte contemporânea Colectivos Pláka abre candidaturas

Sex, 21 Jun 2019

Primeiro curso de arte contemporânea Colectivos Pláka abre candidaturas

ler mais
Colectivos Pláka promovem 3 novos cursos de reflexão em arte contemporânea

Sex, 14 Jun 2019

Colectivos Pláka promovem 3 novos cursos de reflexão em arte contemporânea

ler mais
Curso dos Colectivos Pláka

Qua, 9 Jan 2019

Curso dos Colectivos Pláka "To School Out of School" regressa com novas sessões

ler mais
Curso Pláka tem novas sessões na próxima semana

Sex, 7 Dez 2018

Curso Pláka tem novas sessões na próxima semana

ler mais
Palácio dos Correios recebe sessões públicas do Curso To School Out of School

Seg, 19 Nov 2018

Palácio dos Correios recebe sessões públicas do Curso To School Out of School

ler mais
Inscrições para o último curso dos Colectivos Pláka decorrem até quinta-feira

Dom, 11 Nov 2018

Inscrições para o último curso dos Colectivos Pláka decorrem até quinta-feira

ler mais
Colectivos Pláka abrem inscrições para o último curso no ano de 2018

Seg, 29 Out 2018

Colectivos Pláka abrem inscrições para o último curso no ano de 2018

ler mais
Curso Politics of Survival: Spirit, Matter and Modes inclui sessões públicas

Qui, 4 Out 2018

Curso Politics of Survival: Spirit, Matter and Modes inclui sessões públicas

ler mais
Novo curso Pláka debate a transformação da cidade pelas práticas artísticas

Qui, 27 Set 2018

Novo curso Pláka debate a transformação da cidade pelas práticas artísticas

ler mais
Novo curso dos Colectivos PLÁKA começa em outubro

Qui, 13 Set 2018

Novo curso dos Colectivos PLÁKA começa em outubro

ler mais
PLÁKA já está online e lança cursos sobre a prática artística contemporânea

Sáb, 28 Jul 2018

PLÁKA já está online e lança cursos sobre a prática artística contemporânea

ler mais
Finais de tarde com entrada livre para o público no curso dos Colectivos Pláka

Seg, 23 Jul 2018

Finais de tarde com entrada livre para o público no curso dos Colectivos Pláka

ler mais
Curso The Times(s) of Contemporaneity inaugura a 24 de julho o programa dos Colectivos Pláka

Qua, 11 Jul 2018

Curso The Times(s) of Contemporaneity inaugura a 24 de julho o programa dos Colectivos Pláka

ler mais
Novo projeto PLÁKA vai dinamizar a prática e a apresentação de arte contemporânea no Porto

Qua, 5 Abr 2017

Novo projeto PLÁKA vai dinamizar a prática e a apresentação de arte contemporânea no Porto

ler mais
CM do Porto vai investir meio milhão em cinco projetos culturais (in Expresso)

Qua, 5 Abr 2017

CM do Porto vai investir meio milhão em cinco projetos culturais (in Expresso)

ler mais
Porto vai dedicar 100 mil euros por ano para comprar obras de arte (in JN)

Qua, 5 Abr 2017

Porto vai dedicar 100 mil euros por ano para comprar obras de arte (in JN)

ler mais